Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 


APRESENTAÇÃO

Android
é o Sistema Operacional para dispositivos móveis, desenvolvido inicialmente pela Google e, em seguida, pela Open Handset Alliance, porém com a Google mantendo a gerência do projeto.
Robozinho Google AndroidO Android roda sobre um kernel Linux, mas com sua estrutura toda montada externamente ao núcleo do Linux. O sistema aceita aplicativos escritos em Java, sendo que as funcionalidades são implementadas através de chamadas às API´s criadas pela Google.

Este tutorial, que ensina como desenvolver um aplicativo básico para Android, é uma tradução da primeira parte do original Hello Word tutorial - Beginning basic application development with the Android SDK, disponível no endereço http://developer.android.com/resources/tutorials/hello-world.html

Leia também as outras partes da tradução:

1 -Criando um Aplicativo Básico com o Android SDK da Google
2 -Desenvolvimento Android - Interface de Usuário com Layout XML
3 -Desenvolvimento Android - Depurando seu Projeto

Assista também as vídeo-aulas do Professor Nery:

Vídeo-aulas sobre desenvolvimento Java para Android


Hello World! (Olá, Mundo!)

Como um desenvolvedor, você deve saber que a primeira impressão sobre um framework de desenvolvimento nós verificamos quando descobrimos o quão fácil é criar um aplicativo que escreva o texto "Hello World" (Olá Mundo).

Bem, no Android, isto é muito fácil. É particularmente fácil se você estiver usando o Eclipse como IDE, porque nós temos aqui um excelente plugin que lida com a sua criação e gerenciamento de projetos para aumentar a velocidade de seus ciclos de desenvolvimento.

Este tutorial assume que você está usando o Eclipse. Se você não estiver, consulte Desenvolvendo em outros IDEs . Você pode então voltar a este tutorial e ignorar qualquer coisa sobre o Eclipse.

Antes de começar, você já deve ter o SDK instalado, e se você estiver usando o Eclipse, você deve ter instalado o plugin ADT também. Se você não os instalou ainda, consulte Instalando o SDK do Android e volte a este tutorial quando tiver concluído a instalação.


INSTALAR UMA PLATAFORMA

Para executar a aplicação Olá Mundo, você precisa instalar pelo menos uma plataforma Android SDK em seu ambiente. Se você ainda não tiver feito este passo, você precisa fazê-lo agora.

Para instalar uma plataforma no Eclipse:

1.    No Android SDK e AVD Manager, escolha Pacotes Disponíveis (Available Packages) no painel da esquerda.

2.    Clique no campo do repositório para exibir os componentes disponíveis para instalação.

3.    Selecione pelo menos uma plataforma para instalação e clique em Instalar Selecionado Install Selected. Se você não tiver certeza sobre qual plataforma instalar, utilize a versão mais recente.


CRIAR UM AVD

Neste tutorial, você vai executar o aplicativo no emulador Android. Antes que você possa iniciar o emulador, você deve criar um Dispositivo Virtual do Android (Android Virtual Device - AVD). Um AVD define as configurações de imagem do sistema e do dispositivo usado pelo emulador.

Para saber mais sobre como usar AVDs e as opções disponíveis, consulte a documentação disponível em Android Virtual Devices.

Para criar um AVD:

1.    No Eclipse, escolha Window > Android SDK and AVD Manager (SDK do Android e Gerenciador do AVD).

2.    Selecione Virtual Devices (Dispositivos Virtuais) no painel esquerdo.

3.    Clique em New (Novo). A caixa de diálogo Create New AVD (Criar nova AVD) aparece.

4.    Digite o nome da AVD, tais como "my_avd" (minha_avd).

5.    Escolha um destino (target). O alvo é a plataforma (ou seja, a versão do SDK do Android, como o 2.1) que deseja executar no emulador. Você pode ignorar o resto dos campos por enquanto.

6.    Clique em Create AVD (Criar AVD). 

 

CRIAR UM NOVO PROJETO ANDROID

 

Depois de criar um AVD, o próximo passo é iniciar um novo projeto Android no Eclipse.

1.    De Eclipse, selecione File> New> Project.

Se o plugin ADT para o Eclipse foi instalado com sucesso, o diálogo resultante deve ter uma pasta chamada "Android", que deve conter "Android Project". (Depois de criar um ou mais projetos Android, uma entrada para "Android XML File" também estará disponível.)

2.    Selecione "Android Project" e clique em  Next (Próximo).

Aplicativo helloworld para Google Android

3.    Preencha os detalhes do projeto com os seguintes valores:

o    Project name (Nome do projeto): HelloAndroid

o    Application name (Nome do aplicativo): Olá Android

o    Package name (Nome do pacote): com.example.helloandroid (ou o seu próprio namespace)

o    Create Activity (Criar Atividade): HelloAndroid

 

FINALIZANDO A CRIAÇÃO DO PROJETO

Clique em Finish (Concluir).

 

 

Campos do projeto de aplicativo do Google Android

 
Aqui está uma descrição de cada campo:

Project Name (Nome do projeto)

Este é o nome do projeto Eclipse - o nome do diretório que irá conter os arquivos do projeto.

Application Name
(
Nome da Aplicação)

Este é o título legível para a sua aplicação - o nome que aparecerá no dispositivo Android.

Package Name
(
Nome do pacote)
Este é o namespace (palavra sem tradução para português) do pacote (seguindo as mesmas regras para os pacotes na linguagem de programação Java), cujo padrão você quer que todos os seus códigos sigam. Isso também define o nome do pacote em que a atividade principal será gerada.
Seu nome do pacote deve ser único em todos os pacotes instalados no sistema Android, por esta razão, é importante usar um pacote padrão de domínio de estilo para suas aplicações. O exemplo acima usa o namespace "com.example", que é um espaço reservado para a documentação de exemplo - quando você desenvolver seus próprios aplicativos, você deve usar um espaço que é apropriado para a sua organização ou entidade.

Create Activity
(
Criar atividade)

Este é o nome para classe principal que será gerada pelo plugin. Esta será uma subclasse da classe de atividade (Activity) do Android. Uma Atividade é simplesmente uma classe que pode ser executada e realizar alguma tarefa. Pode criar uma interface do usuário se ele quiser, mas isto não é  obrigatório. Como a caixa de seleção sugere, isto é opcional, mas uma atividade quase sempre é usada como base para um aplicativo.

Min SDK Version
(Versão
SDK mínima)

Esse valor especifica a versão mínima da API exigida pelo seu aplicativo. Para obter mais informações, consulte Android API Levels.

Outros campos:
a opção Use default location (Use local padrão) permite que você altere o local do disco onde os arquivos do projeto serão gerados e armazenados. "Build Target" é a plataforma alvo na qual o aplicativo será compilado (este alvo deve ser selecionado automaticamente, com base no seu mínimo SDK Version).

Observe que o "Build Target" que você selecionou usa a plataforma Android 1.1. Isso significa que seu aplicativo será compilado com a biblioteca da plataforma Android 1.1. Se bem se lembram, o AVD criado acima é executado na plataforma Android 1.5. Estes dois não precisam combinar; aplicativos do Android são compatíveis com plataforma superiores, então uma aplicação construída com a biblioteca da plataforma 1.1 irá funcionar normalmente na plataforma 1.5. Entretanto, tome cuidado, pois o inverso não é verdadeiro.

Seu projeto Android está pronto. Ele deve ser visível no Package Explorer do lado esquerdo. Abra o arquivo HelloAndroid.java, localizado em HelloAndroid > src > com.example.helloandroid). Ele deve estar assim:

package com.example.helloandroid;

import android.app.Activity;
import android.os.Bundle;

public class HelloAndroid extends Activity {
    /** Chamado quando a atividade é criada pela primeira vez. */
    @Override
    public void onCreate(Bundle savedInstanceState) {
        super.onCreate(savedInstanceState);
        setContentView(R.layout.main);
    }
}


Observe que a classe é baseada na classe
Activity. Uma Atividade é uma entidade simples de aplicação que é usada para executar ações. Um aplicativo pode ter muitas atividades separadas, mas o usuário interage com elas uma de cada vez.

O método
onCreate() será chamado pelo sistema Android quando sua atividade iniciar - é onde você deve executar toda a inicialização e configuração da interface do usuário. Uma atividade não é obrigada a ter uma interface de usuário, mas normalmente possui uma.

Agora vamos modificar alguns códigos!

CONSTRUA A INTERFACE DO USUÁRIO

Dê uma olhada no código abaixo e depois faça as mesmas alterações para a classe HelloAndroid. Os itens em negrito são as linhas que foram adicionadas.

package com.example.helloandroid;

import android.app.Activity;
import android.os.Bundle;
import android.widget.TextView;

public class HelloAndroid extends Activity {
 
   /** Chamado quando a atividade é criada pela primeira vez. */
   @Override
   public void onCreate(Bundle savedInstanceState) {
       super.onCreate(savedInstanceState);
       TextView tv = new TextView(this);
       tv.setText("Hello, Android");
       setContentView(tv);
   }
}


Dica:
Uma maneira fácil de adicionar pacotes de importação para o seu projeto é pressionar Ctrl-Shift-O (Cmd-Shift-O no Mac). Este é um atalho para o Eclipse que identifica pacotes que estão faltando com base no seu código e os adiciona para você.

Uma interface do Android é composta por hierarquias de objetos chamados de
View (Visão). A View é um objeto usado como um elemento no layout da interface do usuário, como um botão, imagem ou (neste caso) um texto do rótulo. Cada um desses objetos é uma subclasse da classe View e a subclasse que trata o texto é a classe TextView .

Nesta mudança, você cria uma
TextView com o construtor da classe, que aceita uma instância Context do Android como seu parâmetro. Um contexto é um identificador para o sistema, que prevê serviços como resolver os recursos, obtenção de acesso a bases de dados e preferências, e assim por diante. A classe de atividade herda da classe de contexto, e porque sua classe HelloAndroid é uma subclasse da atividade, também é um contexto. Assim, você pode passar this como sua referência de contexto para o TextView.

Em seguida, você define o conteúdo do texto com
setText().

Finalmente, você passa a TextView para setContentView(), a fim de exibi-lo como o conteúdo para a interface de atividade. Se a sua atividade não chamar esse método, então a interface de usuário (UI) não estará presente e o sistema irá exibir uma tela em branco.

Lá está ele -
"Olá Mundo", no Android! O próximo passo, claro, é vê-lo rodando.

EXECUTAR O APLICATIVO

O plugin do Eclipse torna mais fácil a execução de seus aplicativos:

1.    Selecione Run > Run (Executar> Executar).

2.    Selecione "Android Application” (Aplicação Android).

Para saber mais sobre criação e edição de configurações no Eclipse, consulte Developing In Eclipse, with ADT.

O plugin do Eclipse cria automaticamente uma nova configuração de execução para o projeto e, em seguida, inicia o emulador do Android. Dependendo do seu ambiente, o emulador do Android pode levar alguns minutos para iniciar completamente, por isso, seja paciente. Quando o emulador é iniciado, o plugin do Eclipse instala o aplicativo e inicia a atividade padrão. Agora você deve ver algo como isto:

 

Tela do aplicativo helloworld do google android

 

O “Hello Android” (Olá Android) que você vê na barra cinza na verdade é o título do aplicativo. O plugin do Eclipse o cria automaticamente (o texto é definido no arquivo res/values/strings.xml e referenciado por seu arquivo AndroidManifest.xml). O texto abaixo do título é o próprio texto que você criou no objeto TextView.

Está encerrado o tutorial básico “HelloWorld” (Olá Mundo), mas você deve continuar a leitura de algumas informações mais valiosas sobre o desenvolvimento de aplicativos Android.

Veja o conteúdo completo do tutorial (em inglês) no endereço fornecido no início.

Aprofunde seu conhecimento

Assista também as vídeo-aulas do Professor Nery:

Vídeo-aulas sobre desenvolvimento Java para Android

Obrigado e até a próxima.

Seja social. Compartilhe!